Seu portal de notícias do setor energético

3R aumenta preço da gasolina pela 4ª vez em julho

Segundo 3R Petroleum, paralisação de 90 dias será para realização de manutenção preventiva (Divulgação)

A 3R Petroleum aumentou o preço da gasolina tipo A pela quarta vez consecutiva no mês de julho, no Rio Grande do Norte.  O preço do produto, vendido às distribuidoras na refinaria Clara Camarão, já é comercializado a R$ 3,204 nesta quinta-feira (27). O aumento foi de R$ 3,96% em relação ao valor anterior.

Como padrão da empresa, os ajustes nos valores dos produtos da refinaria são feitos a cada quinta-feira. Na primeira do mês (6), a gasolina era comercializada às distribuidoras por R$ 2,612. De lá para cá, o aumento foi de 59 centavos.

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do RN, Maxwell Flor, afirmou que a variação dos preços na refinaria também deve representar um aumento nos gastos do consumidor final. “Essa realidade ainda não chegou às bombas dos postos, mas sabemos que uma diferença dessa magnitude dificilmente será absorvida pelas distribuidoras e pelos postos por muito tempo”, afirmou.

A variação dos derivados do petróleo também é observada no preço do Óleo Diesel A S500. No início do mês, o preço cobrado às distribuidoras pelo litro era de R$ 2,965. Nesta quinta-feira (27), o valor chegou a R$ 3,341.

“Infelizmente esse cenário era esperado, em função das refinarias privatizadas trabalharem sua precificação atrelada ao preço de paridade internacional. Como a Petrobras deixou de trabalhar dessa maneira, e lá fora o preço dos combustíveis aumentou bastante, criou-se essa enorme diferença do preço praticado aqui no RN, quando comparado aos preços praticados pela Petrobras nos estados vizinhos”, disse Maxwell Flor.

Posicionamento

Em nota, a 3R Petroleum esclareceu que os preços dos produtos derivados produzidos pela companhia seguem parâmetros de mercado – tais como o dólar, o valor de referência internacional do petróleo, custos logísticos para recebimento de derivados na região Nordeste, entre outros.

“Vale destacar que ajustes nos preços podem ocorrer de forma recorrente, amparados por critérios técnicos e condições de mercado”, disse.

 

 

Com informações da Tribuna do Norte

Câmara

compartilhe

A publicidade é a vida do negócio
Aumente suas possibilidades
Se eu tivesse um único dólar