Seu portal de notícias do setor energético

Campo de Búzios atinge produção de 1 bilhão de boe

Atualmente o Campo de Búzios opera com cinco plataformas, entre elas a Almirante Barroso, que iniciou operação em 2023

O campo de Búzios, maior do mundo em águas ultraprofundas, atingiu, em junho, a produção acumulada de 1 bilhão de barris de óleo equivalente (boe). A marca é alcançada apenas cinco anos desde que o ativo iniciou sua operação. A informação foi divulgada nesta terça-feira (25), pela Petrobras.

Segundo a companhia, o resultado está associado à alta produtividade por poço em Búzios, à evolução do conhecimento acumulado nos campos do pré-sal e à utilização de tecnologias de última geração desenvolvidas para ampliar a eficiência dos reservatórios.

Atualmente o campo de Búzios opera com cinco plataformas, todas do tipo FPSO (sistema flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo): P-74, P-75, P-76, P-77 e Almirante Barroso, que entrou em produção neste ano.

De acordo com o Plano Estratégico da Petrobras, está previsto a instalação de mais seis unidades em Búzios até 2027, quando a expectativa é que a capacidade instalada do ativo alcance 2 milhões de barris de óleo por dia.

“Atingir essa marca de 1 bilhão de barris de óleo equivalente em apenas cinco anos, num único campo, nos enche de orgulho. É a comprovação do alto nível de qualificação do nosso corpo técnico, da ampliação da nossa curva de aprendizado no pré-sal e do quanto avançamos na produção desse ativo nos últimos anos” ressaltou o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates.

O campo de Búzios começou a operar em 2018 e coleciona resultados positivos. Localizado a 180 km da costa, em lâminas d´água que chegam a mais de 2 mil metros de profundidade, o ativo concentra os poços mais produtivos do país. Para se ter ideia, a espessura de seu reservatório tem a mesma altura que o Pão de Açúcar – e sua extensão corresponde a mais que o dobro que a Baía de Guanabara.

Câmara

compartilhe

A publicidade é a vida do negócio
Aumente suas possibilidades
Se eu tivesse um único dólar