Seu portal de notícias do setor energético

Energia solar cresce 76% na primeira quinzena de junho

Dados da CCEE mostra que fonte fotovoltaica produziu 2.033 MWmed no período (Reprodução)

A produção de energia solar das usinas fotovoltaicas conectadas ao Sistema Interligado Nacional (SIN) cresceu 76,4% na primeira quinzena de junho. Os dados são do boletim da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e registram crescimento para 2.033 megawatts médios (MWmed) frente aos 1.153 MWmed no mesmo período de 2022.

As fontes eólica e térmica também apresentaram crescimento, com avanços de 55,1% e 10,4%, respectivamente. Já a geração hidráulica registrou queda de 12,1%. Ainda conforme a CCEE, a geração de todas as fontes somou 66.991 MWmed na quinzena, redução de 0,1%.

Segundo a Câmara, o consumo de energia elétrica no SIN registrou 62.923 MW médios, significando uma estabilidade na comparação com o junho de 2022.

De acordo com a análise da entidade, com temperaturas mais altas em grande parte do país na comparação com a primeira quinzena de junho de 2022, e considerando a ausência de dados completos de medição para o estado do Rio Grande do Sul, os estados que registraram as maiores quedas no consumo foram Amapá (-4,7%), Mato Grosso do Sul (-4,5%) e São Paulo (-3,7%). Entre as maiores altas estão Maranhão (+42,3%), Amazonas (+15,5%) e Acre (+14,3%).

Entre os ramos de atividade, também com impacto de dados incompletos, os ramos com maiores crescimentos foram extração de minerais metálicos (+10,1%) e comércio (+2,7%). Entre as maiores quedas estão os ramos de veículos (-13,1%), têxteis (-9,8%) e serviços (-9,0%).

Câmara

compartilhe

A publicidade é a vida do negócio
Aumente suas possibilidades
Se eu tivesse um único dólar