Seu portal de notícias do setor energético

Geração de energia solar cresce 89% em novembro

Dos 7 GW de expansão elétrica registrada neste ano, 3 GW correspondem à energia solar (Foto: Freepik)

A geração de energia solar fotovoltaica no Sistema Interligado Nacional (SIN) cresceu 89,3% em novembro. Saltou para 3.134 megawatts médios (MWmed), ante 1.656 MWmed no mesmo período de 2022. Os dados são do boletim da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Segundo o documento, a geração de usinas hídricas, eólicas e térmicas também apresentaram incremento no período, com avanços de 2,6%, 35,8% e 23,5%, respectivamente. No total, a geração de energia no Sistema Interligado Nacional (SIN) registrou 75.275 MW médios, crescimento de 11,2% em relação ao igual período anterior.

Em relação ao consumo de energia elétrica no SIN, houve aumento de 11,4% em novembro. Enquanto o Ambiente de Contratação Regulada (ACR) apresentou aumento de 15,2%, o Ambiente de Contratação Livre (ACL) cresceu 5,2%.

Ao considerar apenas as unidades consumidoras que já existiam no ano anterior, o ACR aumentou em 15,1% e o ACL aumenta em 4,6%. Neste mês também foram exportados 3,04 MW médios para o Uruguai.

Ainda de acordo com a CCEE, o mês de novembro de 2023 foi marcado por um cenário característico do fenômeno El Niño em curso, anomalias positivas de precipitação no Sul e negativa na faixa norte do país.

Com isso, as temperaturas mantiveram a tendência verificada em outubro de 2023, com valores acima da média histórica na maior parte do país e superior ao verificado no mesmo período em 2022, impactando diretamente no consumo na maioria dos estados.

Por consequência desse cenário, observa-se o crescimento no consumo, com destaque para os estados do Espírito Santo (28,4%), Mato Grosso (28,0%), Maranhão (22,9%), Rio de Janeiro (19,2%), Tocantins (18,6%) e Mato Grosso do Sul (16,8%).

25 recordes

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) registrou 25 recordes na geração solar fotovoltaica registrou durante o mês de novembro, considerando o Sistema Interligado Nacional (SIN) e os subsistemas Sudeste/Centro-Oeste e Nordeste.

O dia 11 de novembro foi um destaque no período, com quatro recordes confirmados no SIN e no Sudeste/Centro-Oeste. O primeiro deles foi na geração instantânea no SIN, às 11h45, com 27.435 MW (32,5% da demanda), seguido pela marca mais elevada na geração média no SIN, com 9.379 MWmed (11,5%).

O subsistema Sudeste/Centro-Oeste também registrou seus recordes nesta data: geração instantânea de 13.776 MW, às 10h58 (28,4%), e uma geração média de 4.785 MW médios (10,2%). A região Nordeste atingiu dois novos patamares máximos na geração solar fotovoltaica em 13 de novembro: a geração instantânea de 8.451 MW, às 11h27 (59,6% da demanda), e a geração média de 3.159 MW médios (22,9% da demanda).

Câmara

compartilhe

A publicidade é a vida do negócio
Aumente suas possibilidades
Se eu tivesse um único dólar