Seu portal de notícias do setor energético

Parceria forma 73 mulheres em operação de parques eólicos

Esta é a primeira turma exclusivamente feminina da modalidade, formada no estado a partir de parceria firmada entre a A AES Brasil e o Senai-RN (Foto: Tiago Lima)

Um grupo formado por 73 mulheres acaba de concluir a especialização em manutenção e operação de parques eólicos no Rio Grande do Norte. Esta é a primeira turma exclusivamente feminina da modalidade, formada no estado a partir de parceria firmada entre a A AES Brasil e o Senai-RN. A cerimônia de formatura ocorreu nesta quinta-feira (24), Hub de Inovação do Senai-RN, em Natal.

A especialização contou com a participação de mulheres com formação inicial em eletrotécnica, mecânica e segurança do trabalho. As participantes têm entre 19 e 57 anos e são oriundas de 17 municípios do Rio Grande do Norte, incluindo Natal, Parnamirim, Mossoró, São Gonçalo do Amarante, Lajes, Macaíba, Angicos, Assu, Caicó, Canguaretama, Ceará-Mirim, Cerro Corá, Extremoz, João Câmara, Nísia Floresta, Patu e Serra do Mel.

A ideia, de acordo com os parceiros, é aumentar a oferta de mão de obra qualificada no estado e ampliar a participação feminina no mercado de energia eólica, em expansão no país, especialmente no estado, líder nacional no setor.

Mercado de trabalho

E a primeira oportunidade de acesso ao mercado de trabalho às concluintes do curso já está em vista. Elas participarão de seleção para integrar a equipe do Complexo Cajuína, empreendimento da AES Brasil, em fase de implantação em área entre os municípios potiguares de Lajes, Angicos, Fernando Pedroza e Pedro Avelino, Região do Sertão Central Cabugi.

“Estamos muito honrados em celebrar a formatura de mais de 70 mulheres capacitadas em manutenção e operação de parques eólicos, por meio da parceria com o SENAI/RN, reforçando o compromisso da AES Brasil com a diversidade e a igualdade de gênero no setor de energias renováveis”, afirma Rodrigo Porto, diretor de Recursos Humanos, Gestão e Serviços Compartilhados na AES Brasil.

Formatura

Concluída em agosto, a Especialização Técnica em Manutenção e Operação de Parques Eólicos exclusiva para mulheres teve 460 horas – o equivalente a aproximadamente seis meses – e foi oferecida de forma gratuita, com aulas online (ao vivo) e um encontro presencial.

Na grade curricular estão disciplinas como Noções de Projetos de Redes de Distribuição, Montagem e Manutenção de Rede de Distribuição, Operação de Equipamentos e Dispositivos de Redes de Distribuição e Subestações. Também inclui Desenvolvimento de Pessoas, Indústria 4.0, Máquinas elétricas, Fundamentos e Aplicações da energia eólica, Planejamento e controle da manutenção e Segurança do trabalho.

De acordo com Amora Vieira, diretora do Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis (CTGAS-ER), o centro do SENAI à frente da iniciativa, chamou a atenção para o ineditismo da parceria e o alinhamento que existe com metas globais do setor, também estratégicas para a instituição.

“A gente traz, com esse projeto, uma conexão com o que temos trabalhado firmemente, o intensificar ações voltadas para a inserção das mulheres nas profissões tecnológicas. Essa formação abre importantes perspectivas para as mulheres que estão se formando”, pontua.

Câmara

compartilhe

A publicidade é a vida do negócio
Aumente suas possibilidades
Se eu tivesse um único dólar