Seu portal de notícias do setor energético

Petrobras eleva produção de diesel com conteúdo renovável

Volume produzido é suficiente para abastecer até 19.300 ônibus urbanos convencionais e reduzir a emissão de CO2 em até 610 toneladas (Foto: Michel Chedid)

A Petrobras produziu, em abril, um novo lote de 5,8 milhões de litros de diesel com 5% de conteúdo renovável (Diesel R5). Segundo a estatal, o volume é suficiente para abastecer o tanque de até 19.300 ônibus convencionais e significa a redução de emissões de cerca de 610 toneladas de gases de efeito estufa. O desenvolvimento do produto é reflexo do avanço na estratégia de transição energética da companhia.

O Diesel R está sendo produzido a partir do coprocessamento (processamento conjunto) de derivados de petróleo (parcela mineral), com matérias-primas de origem vegetal, como óleo de soja. Esse novo combustível é uma alternativa sustentável no ciclo diesel, pois a redução das emissões associada à parcela renovável é de ao menos 60 % em comparação com o diesel mineral, podendo ser até maior a depender da matéria-prima utilizada.

A Petrobras explica ainda que, além do benefício ambiental, o Diesel R pode ser misturado ao diesel convencional em diferentes proporções, sem a necessidade de adaptações nos motores dos veículos, sem exigir alterações ou mudanças na cadeia logística ou no seu armazenamento. “É um produto com alta estabilidade e isento de contaminantes, o que garante durabilidade e desempenho dos motores”, informa.

O diesel com conteúdo renovável é o primeiro produto lançado no âmbito do Programa de BioRefino da Petrobras, que investirá, nos próximos cinco anos, aproximadamente US$ 600 milhões no desenvolvimento de uma nova geração de combustíveis sustentáveis, essenciais para o movimento de transição energética.

Produção crescerá seis vezes até 2027

De acordo com o Plano Estratégico 2023-2027, a Petrobras prevê, também, multiplicar em seis vezes sua capacidade de produção do Diesel R. Com o domínio da tecnologia, a expansão da capacidade de produção do Diesel R dará um salto dos atuais 1,6 bilhão de litros anuais para 10,6 bilhões de litros por ano até 2027.

Atualmente, a Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), no Paraná, é a única que produz o Diesel R no Brasil, com capacidade instalada para processar até 1,6 bilhão de litros por ano. Até o fim deste ano, a expectativa é ampliar a capacidade da Repar para mais 2,4 bilhões de litros de Diesel R (num total de 4 bilhões de litros) – bem como iniciar a produção desse combustível na Refinaria de Cubatão (RPBC), em SP, com potencial de até 700 milhões por ano.

Em continuidade à trajetória de expansão, terá início, até 2027, a produção de Diesel R na Refinaria de Paulínia (Replan, SP), com capacidade de até 2,6 bilhões de litros por ano – seguida pela Refinaria Duque de Caxias (Reduc), no Rio de Janeiro/RJ, com 900 milhões de litros/ano, e da Refinaria Capuava (Recap), em Mauá/SP, com 2,3 bilhões/ano. Todas elas estarão aptas a produzir diesel com conteúdo renovável. Além disso, até 2027, a companhia implantará uma unidade dedicada à produção de Bioqav e diesel 100% renovável (diesel R100) na RPBC.

Câmara

compartilhe

A publicidade é a vida do negócio
Aumente suas possibilidades
Se eu tivesse um único dólar