Seu portal de notícias do setor energético

RN contabiliza 13 novos parques eólicos em 2024

Geração de energia eólica no estado saltará dos atuais 9,5 GW de potência para 13 GW (Reprodução)

O Rio Grande do Norte ganhou 13 novos parques eólicos nos dois primeiros meses de 2024. A informação consta no Mapa das Energias Renováveis do Observatório da Indústria Mais RN, da Federação das Indústrias do Estado (Fiern). O número de parques em operação representa um crescimento de 0,45 GW de potência ativa em território potiguar. O estado é líder na produção de energia eólica no Brasil,

O Estado tem 293 parques eólicos em atividade e, no cenário nacional, fica atrás apenas da Bahia, que tem 319 empreendimentos. Mesmo assim, o RN é líder na potência em operação, com 9,43 GW, o que representa quase 32% de toda a geração de energia eólica no País.

Ainda de acordo com a plataforma da Fiern, há 91 empreendimentos em desenvolvimento, com 3,58 GW de potência outorgada, que consiste na potência em construção ou ainda não construída.

“A qualidade dos ventos, tanto no litoral do Rio Grande do Norte como em boa parte do interior, tem atraído novos investimentos na geração de energia eólica. Esse crescimento da atividade tem lastro nos 5,5 GW (onshore) já contratados para os próximos anos. Isso sem falarmos do potencial de 51 GW já mapeado para geração da energia eólica offshore, em fase de aquecimento”, aponta o presidente da Fiern, Roberto Serquiz.

Segundo o coordenador de desenvolvimento energético da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do RN (Sedec-RN), Hugo Fonseca, a entrada em operação dos novos parques está dentro do cronograma das outorgas recém-contratadas.

“Esses parques que entraram em operação estão obedecendo o cronograma previsto de implantação. Temos uma série de usinas que estão previstas para entrar em operação em 2024, mas esses 13 estão dentro do plano informado à Aneel e, principalmente, para o início da entrada de operação e comercialização desses projetos já junto a NOS”, explica.

Em 2023, o RN registrou R$ 22,5 bilhões em investimentos em novos projetos de geração de energia, tanto para fontes eólicas como solares.

Para Max Fonseca, consultor da Associação Potiguar de Energias Renováveis (Aper-RN), além de elevar o Rio Grande do Norte à condição de líder nacional, representa geração de emprego e renda no estado.

“Avaliamos esse crescimento de forma muito positiva, pois cada novo parque significa, em média, 500 empregos. Além de movimentar toda cadeia produtiva, desde pousadas, casas alugadas de moradores das cidades do entorno, como também movimenta o setor de bares restaurantes, pousadas e a economia das cidades próximas”, disse Max Fonseca.

 

PANORAMA DAS EÓLICAS

293 é o número de parques em operação no RN

9,43 GW é a geração de energia com parques eólicos no Estado

30% é a produção de energia eólica do RN para o Brasil

25,5 GW de potência contratada no Brasil

13 é o número de parques instalados no último bimestre no RN

3,5 GW é a potência contratada no RN

91 empreendimentos estão em construção

3,58 GW é a potência outorgada

 

Fonte: Fiern/Aneel

 

 

Com informações da Tribuna do Norte

Câmara

compartilhe

A publicidade é a vida do negócio
Aumente suas possibilidades
Se eu tivesse um único dólar