Seu portal de notícias do setor energético

Ufersa armazenará energia solar em baterias

Projeto aprovado pela Finep prevê redução nos custos com energia em até R$ 1 milhão ao ano (Foto: Eduardo Mendonça)

Projeto desenvolvido pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) obteve aprovação junto à Fundação de Apoio a Pesquisa, Ensino e Extensão (Finep), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. A iniciativa, denominada de ‘Energia solar com armazenamento em baterias na Ufersa’, visa a implantação de sistema de geração fotovoltaica com armazenamento de energia em baterias (Battery Energy Storage System – BESS), no Campus Central Leste da universidade, em Mossoró.

A iniciativa é de autoria do professor Ednardo Pereira, do curso de Engenharia Elétrica e do Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica da instituição de ensino. O projeto conta com a participação do engenheiro George Ribeiro (INPE/MCTI) e do pró-reitor de assuntos estudantis, Júlio César (PROAE). O resultado da seleção foi divulgado pela Finep na última terça-feira (11).

A proposta do projeto é de que a energia produzida possa ser armazenada e despachada de maneira estratégica, de acordo com a conveniência e o perfil de consumo do campus. Segundo o professor Ednardo Pereira, a ideia é que a energia fotovoltaica seja armazenada durante o dia e liberada no horário de ponta, em que o preço da energia da concessionária é cerca de 6,9 vezes maior que nos demais horários.

“O sistema proposto também possibilitará o suprimento complementar de energia nos momentos de picos de demanda, evitando, assim a cobrança por ultrapassagem, e, ainda, o controle do fator de potência do campus e o fornecimento emergencial de energia, nos momentos de falta de energia da concessionária”, frisa.

Energia renovável

A Ufersa iniciou os investimentos em geração de energia fotovoltaica em 2016. Segundo George Ribeiro, atualmente, a instituição dispõe de 31 usinas fotovoltaicas nos quatro campi, com potência instalada total de 2.178 kWp. No campus Leste, objeto desta proposta, são 11 usinas fotovoltaicas, com potência de 973,69 kWp, que produzem cerca de 1.610.094 kWh por ano, que correspondem a cerca de 55% da energia consumida pela unidade.

“O sistema de geração fotovoltaica proposto, com potência nominal de 369 kWp, integrado a um sistema de armazenamento em baterias, com potência de 1.000 kW e 1.856 kWh de capacidade de armazenamento, terá uma produção estimada em 610.178 kWh por ano, que corresponde a cerca de 21% do consumo da unidade, considerando o histórico de 2019, último ano com atividades regulares no campus”, adiantou George Ribeiro.

A energia armazenada atenderá a, aproximadamente, 88% do consumo no horário de ponta, resultando em uma economia projetada superior a R$ 1 milhão ao ano.

Nessa chamada, foram aprovados pela Finep pouco mais de R$ 230 em investimentos para a elaboração do projeto básico e executivo de um sistema fotovoltaico de 369 kWp associado a um sistema de acumulação em baterias, com potência de 1000 kW e 1856 kWh, suficiente suprir as necessidades do horário de ponta do campus Leste.

A expectativa é que, em uma segunda etapa, seja obtido um financiamento de aproximadamente R$7 milhões para a efetiva implantação do sistema no Campus Central, também via Finep.

 

 

Com informações da Ufersa

Câmara

compartilhe

A publicidade é a vida do negócio
Aumente suas possibilidades
Se eu tivesse um único dólar