Seu portal de notícias do setor energético

WEG anuncia novo contrato milionário em eólica no RN

Contrato de compra de energia com a 2W Ecobank é de, aproximadamente, R$ 970 milhões (Divulgação)

Um dia após anunciar contrato com a Alupar para explorar energia eólica no parque eólico AW Santa Regia, em Jandaíra, no Rio Grande do Norte, a WEG – uma das maiores fabricantes de equipamentos elétricos do mundo, anunciou, nesta quinta-feira (6), novo acordo para autoprodução de energia eólica em território potiguar. Desta vez, o acordo comercial é com a 2W Ecobank e a operação envolve os Parques Eólicos Anemus, I, II e III, localizados no município de Currais Novos, na região Seridó do estado.

O contrato de compra de energia com a 2W Ecobank é de, aproximadamente, R$ 970 milhões e possui duração de 20 anos, com início a partir de janeiro do ano que vem. Juntos, os acordos comerciais anunciados pela Weg somam R$ 1,4 bilhão.

Segundo a Weg, a iniciativa garantirá 30 MW médios de energia renovável para as operações industriais da empresa na modalidade de autoprodução por equiparação.

“A nossa experiência como fabricantes de soluções para geração de energia renovável, e particularmente energia eólica neste caso, vai garantir ainda mais sustentabilidade para as nossas operações. Reforçamos assim os nossos compromissos e mostramos também que estamos prontos para ser o parceiro das empresas em suas jornadas de descarbonização”, enfatiza Daniel Marteleto Godinho, diretor de sustentabilidade e relações institucionais da WEG.

Os parques eólicos Anemus I, II e III contam com 33 aerogeradores modelo AGW147/4.2. Juntos eles totalizam 138,6 MW de capacidade instalada.

“Esse contrato marca a estreia da 2W Ecobank no fornecimento de energia renovável no modelo de contrato de autoprodução já com uma parceria de expressivo volume de energia. Esse tipo de sinergia é muito importante, pois, além dos benefícios financeiros, é um contrato com a natureza e a sociedade, de geração de uma energia 100% limpa e renovável por muitos anos”, destaca Claudio Ribeiro, CEO da 2W Ecobank.

O acordo entre as empresas ainda depende do cumprimento de condições precedentes, dentre elas o aval das autoridades brasileiras.

Câmara

compartilhe

A publicidade é a vida do negócio
Aumente suas possibilidades
Se eu tivesse um único dólar